A PARÁBOLA DO SEMEADOR

(Evangelho de Marcos cap.4 vers. 2-20)

 

Voltou Jesus a ensinar  à beira mar. E reuniu-se numerosa multidão a ele ,

de modo que entrou num barco onde se assentou, afastando-se da praia.

E todo o povo estava à beira-mar , na praia.

2- Assim lhes ensinava muitas coisas por parábolas , no decorrer do seu

    doutrinamento.

3- Ouvi : Eis que saiu o semeador a semear .

4- E, ao semear, uma parte caiu à beira do caminho , e vieram as aves e a

    comeram.

5- Outra caiu em solo rochoso, onde a terra era pouca, e logo nasceu , visto

    não ser profunda a terra .

6- Saindo, porém, o sol a queimou, e, porque não tinha raiz, secou-se.

7- Outra parte caiu entre os espinhos ; e os espinhos cresceram e a sufocaram , e

     não deu fruto.

8- Outra, enfim, caiu em boa terra e deu fruto que vingou e cresceu , produzindo

    a trinta a sessenta e a cem por um.

9- E acrescentou : Quem tem ouvidos para ouvir, ouça .  

 

    A explicação da parábola

 

10- Quando Jesus ficou só, os  que estavam junto dele com os doze   o

      interrogaram a respeito das parábolas.

11- Ele lhes  respondeu : A vós outros é dado conhecer o mistério do

      reino de Deus; mas, aos de fora, tudo se ensina por meio de parábolas ;

12-para que, vendo, vejam e não percebam ; e, ouvindo, ouçam e não entendam ;

     para que não venham a converter-se , e haja perdão para eles.

13-Então, lhe perguntou : Não entendeis esta parábola e como compreendereis

     todas as parábolas ?

14-O semeador semeia a palavra .

15-São estes os da beira do caminho, onde a palavra é semeada ; e, enquanto a

     ouvem logo vem Satanás e tira a palavra semeada neles.

16-Semelhantemente, são estes os semeados em solo rochoso, os quais , ouvindo

     a palavra, logo a recebem com alegria .

17-Mas eles não têm raiz em si mesmo , sendo, antes, de pouca duração ; em

     lhes chegando a angústia ou a perseguição por causa da palavra, logo se

     escandalizam .

18- Os outros , os semeados entre os espinhos, são os que ouvem a palavra,

19- mas os cuidados do mundo, a fascinação da riqueza e as demais ambições ,

      concorrendo, sufocam a palavra, ficando ela infrutífera.

20- Os que foram semeados em boa terra são aqueles que ouvem a palavra e a

      recebem, frutificando a trinta , a sessenta e a cem por um .

Nesta parábola Jesus já deu a explicação.

 

Como reforço vou dizer algumas palavras : O que o pregador evangélico semeou, diz Cristo, é a palavra de Deus. Os espinhos, as pedras, o caminho e a

terra boa , em que a semente caiu, são os diversos corações dos homens.

Os espinhos – são os corações embaraçados, com cuidados, com riquezas, com

delícias ; e nestes afoga-se a palavra de Deus.

As pedras são os corações duros e obstinados ; e n’estes seca-se a palavra de

Deus , e se nasce, não cria raízes.

Os caminhos- são os corações inquietos e perturbados com a passagem e tropel

das coisas do mundo, umas que vão, outras que vêem, outras que atravessam , e

todas passam; e n’estes é pisada a palavra de Deus, porque ou a desatendem, ou

a desprezam.

Finalmente, a terra boa são os corações bons, ou os homens de bom coração, nestes prende e frutifica a palavra divina , com tanta fecundidade e abundância ,

que se colhe cento por um.

VOLTAR AO ÍNDICE DAS PARÁBOLAS