A  PARÁBOLA  DA  GRANDE  CEIA

(Evangelho de Lucas cap.14 vers. 16-24) 

Disse-lhe Jesus aos seus discípulos :

16- Um certo homem fez uma grande ceia e convidou  a muitos.

17- E a hora da ceia, mandou o seu servo dizer aos convidados:  Vinde, porque tudo já está preparado. 

18- E todos à uma começaram a escusar-se. Disse-lhe o primeiro: Comprei um campo e

preciso ir vê-lo, rogo-te que me hajas por escusado

19- E outro disse: Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-los; rogo-te que me hajas por escusado

20- E outro disse: Casei e, portanto, não posso ir.

21- E voltando aquele servo, anunciou essas coisas ao seu senhor. Então, o pai de família, indignado, disse ao seu servo: Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade e traze aqui os pobres e os aleijados, e os mancos  e os cegos.

22- E disse o servo: Senhor, feito está como mandaste, e ainda há lugar

23- E disse o senhor ao servo : Sai pelos caminhos e atalhos e força-os a entrar;

para  que a minha casa se encha.

24- Porque eu vos digo que nenhum daqueles varões que foram convidados provará a minha ceia.

 

   Lição que extraímos dos ensinamentos de Jesus:

 

Embora esta parábola originalmente se aplique a Israel e à sua rejeição ao evangelho, também se aplica hoje , às igrejas e a cada crente professo. 

 

1º - O assunto desta parábola é o dia da ressurreição em sua glória celestial futura, isto é, a volta de Cristo para levar os seus para o reino celestial.

2º- Aqueles  que, inicialmente, aceitaram o convite, mas não compareceram representam os que aceitaram o convite de Jesus à salvação, mas seu amor a Cristo e ao seu reino celestial esfriou.

3º- Tais pessoas deixaram de ter como objetivo as coisas celestiais, Rejeitaram a admoestação bíblica de buscarem as coisas que são de cima, e não as que são da terra, enquanto esperam o aparecimento de Cristo. Sua esperança e sua vida se centralizam nas coisas deste mundo, e já não “desejam uma (pátria) melhor, isto é., a celestial “ (Hebreus 11-16)

  - O versículo 22 indica que também haverá aqueles cujo coração está ligado com Cristo no céu, e não nas vantagens desta vida. Oram juntamente com o Espírito e a noiva (igreja): Ora vem, Senhor Jesus. 

A Bíblia termina em apocalipse 22-20 , com a promessa de que Jesus breve voltará, à qual João responde : “Vem, Senhor Jesus”. Este anseio é também o de todos os cristãos verdadeiros.

Temos toda razão para crer que rapidamente aproxima-se o dia em que aquele que é chamado “a Palavra de Deus” e a “resplandecente Estrela da Manhã” descerá do céu para levar da terra os seus fiéis para a casa do Pai, depois Ele voltará em glória e triunfo para reinar para sempre como “Rei dos reis e Senhor dos Senhores”

Essa é a nossa imutável esperança e jubilosa expectativa.

 

VOLTAR AO ÍNDICE DAS PARÁBOLAS